16 JAN 2019 Incaível VEC pronto para o Gauchão Deive Gessinger

Da Serra vem um dos clubes mais queridos do interior do estado, o Veranópolis é motivo de orgulho na cidade, conhecida como a Terra da Longevidade. Fundado em 1992, o VEC não demorou muito para chegar à elite, em 93 sob o comando de um “tal” de Tite, o título da Segundona foi conquistado e desde então, o clube é figura certa no principal certame do Rio Grande.

Andando em volta do colorido Antônio David Farina, que tem capacidade para 4 mil pessoas, é possível observar que o torcedor muito se orgulha de nunca ter caído, em um campeonato sempre muito pegado como o Gauchão. Porém, o Pentacolor já tem quatro semifinais em sua história e em 2018 ficou na sétima colocação.

Conversamos com o experiente zagueiro Diego Negretti, que atuou no Ypiranga de Erechim, mas estava no América de Natal na última temporada. “São 60 dias de trabalho intenso, as condições que o clube nos dá realmente é um fator que motiva ainda mais, claro que existe uma “pressão” pelo fato de nunca ter caído, mas a gente não pensa em brigar na parte de baixo”.

Com a experiência de jogar as Séries C e D do Brasileiro pelo Canarinho e o América-RN, Negretti pode ser uma peça fundamental para que o VEC volte a jogar uma competição nacional, o clube já recebeu o Cruzeiro-MG em uma edição da Copa do Brasil. “Creio que todas as equipes do interior entram pensando em garantir com segurança a permanência na elite e depois uma vaga entre os oito, jogamos vários amistosos, sendo seis contra equipes profissionais e não perdemos um único teste, isso nos dá confiança que podemos ir longe e levar o Veranópolis até uma vaga para a Copa do Brasil ou Série D de 2020.

A estreia do Pentacolor será contra o Avenida, em casa. Os grandes destaques são Talles Cunha e o maestro Eduardinho, uma bandeira do VEC em campo.

Provável time: Reynaldo; Lito, Negretti, Geninho e Éverton Dias; Jadson, Eduardinho, Taiberson, Patrick e Talles Cunha; Juba. Técnico: Sananduva

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário