03 JUL 2018 Pelotas conquista a Segundona Leandro Lopes

Lobo conquistou o acesso com 100% de aproveitamento em casa (Foto: Paulo Rossi/Diário Popular)

As estatísticas comprovam: quem quer mandar em uma competição, precisa mandar primeiro em casa. Foi o que fez o Esporte Clube Pelotas durante toda a Segundona. Em dez jogos na Boca do Lobo, o Áureo-cerúleo conquistou dez vitórias e fechou o certame com 100% de aproveitamento. No último triunfo, uma goleada para não deixar dúvidas em relação ao merecimento do título.

Depois de um empate por 1 a 1 em São Leopoldo, no Monumental Cristo Rei, o Lobo recebeu o Aimoré em Pelotas para decidir quem ficaria com a taça. O Índio tentou impor seu ritmo nos primeiros minutos, mas quando o time da casa foi pra cima logo tratou de acabar com a partida.

Aos quatro minutos, Giovane Gomez foi derrubado na área. Pênalti marcado pelo árbitro e cobrado pelo próprio atacante, Pelotas 1 a 0. Menos de cinco minutos mais tarde, a cobrança de escanteio pela direita foi afastada da área. Germano pegou de primeira e mandou no ângulo, na diagonal do goleiro, marcando um golaço: 2 a 0.

O Aimoré sentiu o baque e passou a depender da velocidade de Elias para buscar a recuperação, que não veio. O time de Paulo Porto administrou o resultado até o fim da primeira etapa.

No segundo tempo, não demorou para os áureo-cerúleos comemorarem novamente. Aos dez minutos, Hugo Sanches partiu para o contra-ataque em velocidade e sofreu a falta. O juiz deu vantagem e a bola se apresentou para Cléverson, que avançou até a área do goleiro Pablo e tocou para Xuxa empurrar para o gol vazio.

Com o jogo na mão, o Pelotas mandou Giancarlo a campo. O veterano, titular em boa parte do campeonato, anotou o seu logo em seguida. Ele recuperou a bola na meia cancha e lançou Cléverson na ponta direita. O meia conseguiu evitar a saída pela linha de fundo e cruzou na medida para o centroavante fazer 4 a 0.

Tradicional invasão de campo deu o tom da festa após o apito final (Foto: Paulo Rossi/Diário Popular)

Giovane Gomez, artilheiro da Segundona, ainda marcou o quinto após bom contra-ataque, mas o árbitro viu impedimento de Hugo Sanches, se confundiu e anulou o gol.

Depois disso foi só esperar o apito final para iniciar a festa na Boca do Lobo. O Pelotas está de volta à elite do Gauchão após quatro anos disputando a Divisão de Acesso. O grito de “olé” deu lugar para o tradicional “é campeão” nas arquibancadas. O Aimoré – que conquistou o vice-campeonato – também estará presente no grupo principal do Estadual de 2019.

FICHA TÉCNICA

Pelotas – Giovani; Adriano Lara, Dão, Felipe e Juliano Tatto; Carlão Moraes (Tiago Gaúcho), Germano
Xuxa (Ton), Hugo Sanches, Cléverson e Giovane Gomez (Giancarlo). Técnico: Paulo Porto

Aimoré – Pablo; Murilo, Léo Kanu, Luis Henrique e Carlos Eduardo; Digaô (Abu), Elton, Ronaldinho
Diego Carioca e Elias; Hiantony (Tiago Correa). Técnico: Arilson

Gols – Giovane Gomez, Germano, Gustavo Xuxa e Giancarlo (P)

Local – Boca do Lobo, em Pelotas

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário