09 MAIO 2018 Quarta decisiva na Segundona Leandro Lopes

A última rodada da Segundona terá uma partida a menos. O clássico regional entre Santa Cruz e Guarani-VA foi cancelado em comum acordo pelas duas diretorias. O Galo já está rebaixado à terceira divisão estadual e o Índio não tem chances matemáticas de classificação. Mas fora esta partida, todas as outras valem muito.

03

O líder encara o Aimoré no estádio Cristo Rei, em São Leopoldo. Os capilés ainda sonham com a primeira posição, mas precisam da vitória para chegar à pontuação necessária. E o time treinado por Arílson vai precisar mesmo encontrar o caminho do gol, já que uma derrota para o Alvirrubro pode lhe custar a classificação dependendo da combinação de resultados. O time de Santa Maria, por sua vez, defende o posto. Vencendo é líder. Empatando torce contra o Pelotas para ser primeiro. Perdendo pode cair até para a terceira posição.

01

Uma vitória sobre o Alviazul, combinada a empate ou derrota do Inter-SM, devolve a liderança ao Áureo-cerúleo. Em caso de empate, o Pelotas também pode chegar à primeira posição, mas terá que torcer para triunfo do Aimoré sobre o Inter por apenas um gol de diferença. Um placar mais elástico em São Leopoldo deixa o Índio Capilé no topo da tabela. O Lajeadense, por sua vez, quer a vitória sobre o Pelotas para não depender do resultado entre Bagé e São Gabriel para classificar. Se empatar ou perder na Boca do Lobo, tem que torcer por uma improvável vitória do Sanga fora de casa.

02

Improvável porque o São Gabriel vai de “sangue doce”. Eliminado, mas aliviado por não correr risco de rebaixamento, o time apenas cumpre tabela contra um Bagé que vem “com sangue no olho” em busca da classificação. A equipe da fronteira precisa da vitória e ainda torce contra Lajeadense e/ou Aimoré. Se empatar, torce para o Pelotas vencer o Alviazul. Uma derrota elimina a equipe jalde-negra.

No grupo B, todos os jogos têm relevância. Quatro equipes brigam por duas vagas e outras duas contra o rebaixamento.

07

Na ponta de baixo da tabela, o Brasil de Farroupilha tem que vencer o União em Frederico Westphalen e ainda torcer por derrota do Igrejinha em Vacaria. Qualquer outro resultado condena o time da Serra ao descenso. O maior problema para os rubro-verdes é que o União vai pro confronto ainda vivo. Na verdade, à espera de um milagre. Para avançar às quartas, o Leão da Colina precisa vencer o Brasil e torcer por, no máximo, um empate do Passo Fundo em Crissiumal e por derrota do Esportivo em Bento Gonçalves diante do Ypiranga.

05

O Igrejinha precisa de apenas um ponto para afastar o risco de rebaixamento. Mas para conquistar esse ponto vai ter que suar a camisa contra o Glória, fora de casa. O time de Vacaria também está a um pontinho de garantir matematicamente a vaga na próxima fase, mas quer logo somar três para tentar ficar na segunda posição e definir o mata-mata no Altos da Glória.

06

Quem defende a vice-liderança com unhas e dentes é o já classificado Tupi, que faz história na Divisão de Acesso. O Rubro-negro recebe o Passo Fundo em Crissiumal e é a única equipe capaz de tirar a liderança do Ypiranga. Para isso, é necessário vencer e torcer por empate ou derrota do Canarinho em Bento. Só que o Passo Fundo não vai se entregar fácil. O Tricolor do Planalto Médio precisa da vitória para tentar roubar a quarta posição do Esportivo. Ou quem sabe até a terceira do Glória – mas aí já é sonhar demais. O ideal é conseguir os três pontos e torcer pelo Ypiranga na Montanha dos Vinhedos.

04

Apesar de estar dividido entre a Série C e o Acesso, o time de Erechim – dono da melhor campanha até aqui – quer a vitória contra o Esportivo para confirmar a liderança do grupo B, posição que ocupa desde o primeiro turno. Se empatar ou perder pode terminar com a mesma pontuação do Tupi e ser superado no número de vitórias pela surpresa da competição. Mesmo sem perder há nove rodadas, o Esportivo ainda corre risco de eliminação. Para classificar sem sustos, e brigar por uma improvável segunda posição, precisa vencer. Se empatar, garante a quarta posição se o Tupi não for derrotado pelo Passo Fundo. Em caso de derrota, avança se Passo Fundo e União não vencerem.

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário