22 MAR 2018 Vitória e classificação Xavante Fernando Rascado

Xavante venceu o São Luiz com gols de Calyson e Valdemir (Foto: Jonathan Silva – AI GEB)

O Brasil está na semifinal do Campeonato Gaúcho. Na noite desta quinta-feira (22), o Xavante venceu o São Luiz por 2 a 1 e garantiu vaga na semifinal com a melhor campanha, confirmando mando de campo no segundo jogo até na final, não importando o adversário.

O Xavante abriu o placar com Calyson aos 38 minutos, após rebote do goleiro Paulo. Aos 28 da etapa final, Valdemir mandou uma bomba no ângulo, sem chances para o goleiro Alvirrubro. Quando o duelo parecia definido, Rudiero acertou belo chute da meia lua da área, recolocando o “drama” no Bento Freitas até o apito final.

Com a classificação, o Brasil aguarda o vencedor do confronto entre São José e Veranópolis. A primeira partida será em Porto Alegre ou na Serra no domingo (25), às 19h30min. Já a volta será no estádio Bento Freitas na próxima quarta-feira (28), às 19h.

O JOGO
A partida começou emocionante, com as duas equipes buscando o ataque a todo momento. O time de Ijuí foi o primeiro a levar perigo. Aos dois minutos, Rudiero arriscou da entrada da área, a bola desviou na zaga e saiu pela linha de fundo.

O Brasil respondeu aos seis minutos. Calyson completou pro gol um chute cruzado na pequena área, mas o bandeirinha assinalou impedimento. O Xavante seguia levando perigo. Aos 22, Calyson mandou a bomba, o goleiro Paulo defendeu com os pés e no rebote Mossoró chutou pra fora.

A equipe do técnico Clemer quase abriu o placar aos 29 minutos. Alisson Farias passou para Luiz Eduardo na direita, o atacante finalizou cruzado e a bola passou muito perto do gol do goleiro Paulo. A pressão do Rubro-Negro deu resultado aos 38 minutos. Em rápido contra-ataque, Mossoró passou para Alisson Farias, que invadiu a área, chutou cruzado, Paulo defendeu e na sobra Calyson mandou pro fundo do gol, 1 a 0.

A etapa final começou mais disputada. A primeira chance de gol foi do São Luiz somente aos 12 minutos. Éder arriscou de longe e Pitol fez uma grande defesa. Aos 21, Pitol brilhou mais uma vez, Gustavo Xuxa soltou a bomba e o goleiro Xavante espalmou, mas na sobra Mikael finalizou e Pitol, mesmo caído, deu um tapa para tirar o perigo.

O castigo pelas chances perdidas do São Luiz veio aos 28 minutos. Valdemir recebeu de Alisson Farias na área e finalizou no ângulo esquerdo do goleiro Paulo, 2 a 0. Mas aos 38, quando o confronto parecia definido, Djalminha chutou, a bola explodiu na zaga e na sobra, Rudiero finalizou no canto esquerdo do goleiro Pitol, que desta vez nada pode fazer, 2 a 1.

No final, o São Luiz foi para pressão, mas o goleiro Pitol precisou de atendimento três vezes e com isso esfriou o time de Ijuí, que não conseguiu o gol da classificação. Já o Xavante ainda colocou uma bola na trave com Alisson Farias em um contra-ataque.

Após o apito final, jogadores e torcedores do Brasil comemoraram muito a vaga na semifinal. O capitão Leandro Leite recebeu a taça de campeão da Taça Centenária da Federação Gaúcha de Futebol (FGF).

FICHA TÉCNICA

Brasil: Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Héverton e Artur; Leandro Leite, Mossoró (Valdemir), Souza (Ednei), Calyson e Alisson Farias; Luiz Eduardo (Léo Bahia). Técnico: Clemer

São Luiz: Paulo, Maicon, Tairone, Ricardo e Marcio Goiano; Rudiero, Karl (Sabiá), Éder (Gustavo Xuxa), Mikael Severo e Hugo Sanches (Djalma); Michel. Técnico: Paulo Henrique Marques

Gols: Calyson (B), Valdemir (B) e Rudiero (SL)

Local: Estádio Bento Freitas

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário