25 MAR 2018 Tudo igual no Passo D’Areia Fernando Rascado

São José e Brasil empatarem em 1 a 1 no estádio Passo D’Areia e Porto Alegre (Foto: Jonathan Silva / GEB)

São José e Brasil iniciaram a disputa por uma vaga na final do Gauchão, neste domingo (25), no estádio Passo D’Areia em Porto Alegre.

O primeiro tempo foi de equilíbrio com as duas equipes criando boas chances de gol. No último lance do primeiro tempo, Dudu Mandai foi derrubado na área por Mossoró. O goleiro Fábio cobrou bem, goleiro para um lado e bola para o outro.

No segundo tempo, a partida foi de domínio total do Zequinha. O time da casa criou várias oportunidades de gol, mas Marcelo Pitol fez grandes defesas. O velho ditado de quem não faz leva apareceu mais uma vez. Após escapar de perder por mais, o Xavante conseguiu o tal esperado gol aos 46 minutos.  Ednei cobrou falta na área e a bola sobrou para Heventon que tirou do goleiro Fábio, 1 a 1

A partida de volta acontecerá nesta quarta-feira (28), às 19h, no estádio Bento Freitas em Pelotas. O Brasil joga por um 0 a 0 ou por qualquer vitória. Já o São José avança com qualquer empate acima de 2 a 2 ou por qualquer vitória. Em caso de outro empate em 1 a 1 a partida será decidida nos pênaltis.

O JOGO
O primeiro tempo foi muito movimentado, com as duas equipes criando várias chances de gols. Nada de retranca. O primeiro time a chegar no ataque foi o Brasil. Aos seis minutos, Robério cobrou falta colocada e o goleiro Fábio defendeu sem problemas. Dois minutos depois, Calyson passou para Mossoró, que pegou de primeira e a bola passou por cima do gol de Fábio.

O Zequinha respondeu aos 11 minutos. Dudu Mandai chegou à linha de fundo e passou para Márcio Jonatan, que bateu pra fora. Aos 15, em rápido contra-ataque do São José, Kelvin invadiu a área e chutou pra fora, assustando o goleiro Pitol.

A partida seguia frenética com os dois times trocando ataques. Aos 18 minutos, Kelvin recebeu mais uma vez pela esquerda e bateu cruzado, o goleiro Marcelo Pitol espalmou a bola. No lance seguinte, o Rubro-Negro encaixou um contra-ataque, Mossoró passou para Calyson, que chutou de primeira e a bola passou muito perto do gol de Fábio.

Na reta final dos primeiros 45 minutos, o confronto ficou mais morno. O time da casa só voltou a levar perigo aos 34 minutos. Kelvin arriscou de longe a bola passou perto do gol de Pitol. Quando parecia que as equipes iriam empatando pro intervalo. Dudu Mandai invadiu a área e foi derrubado por Mossoró, pênalti! O goleiro Fábio bateu firme, sem chances para Pitol, 1 a 0.

O segundo tempo começou com um show do goleiro Marcelo Pitol. Logo no primeiro minuto, Clayton cobrou falta na área e Leandro Camilo raspou de cabeça contra o próprio gol e Pitol fez uma grande defesa. Aos 11, Clayton cobrou outra falta na área do Brasil e Tiago Pedra desviou de cabeça e o goleiro Rubro-Negro fez outro milagre. Dois minutos depois, Éverton Alemão cobrou falta e Pitol salvou mais uma, espalmando para escanteio.

Insatisfeito com a produção ofensiva do time, o técnico Clemer tentou mexer no ataque. Entrou Léo Bahia no lugar de Robério. Porém o Zequinha seguia pressionando. Aos 18 minutos, Calyton cobrou falta colocada e a bola passou perto do gol Xavante. Aos 20, Felipe Guedes chegou na linha de fundo pela esquerda e cruzou rasteiro para Márcio Jonatan, que desviou para fora. Aos 34 minutos, Matheusinho deixou Clayton na cara do gol para finalizar, mas o meia chutou por cima. No minuto seguinte, Kelvin ficou livre na cara do gol e finalizou pra fora.

Aos 39 minutos um lance polêmico. Alisson Farias caiu dentro da área e o árbitro marcou simulação e mostrou o cartão amarelo para o jogador Xavante. Os jogadores reclamaram muito da marcação.

Depois de perder vários gols, o São José acabou castigado nos acréscimos. Aos 46 minutos, Ednei cobrou falta na área, Everton Alemão desviou para trás e o zagueiro Heverton aproveitou para deixar tudo igual no placar, 1 a 1.

Logo após o gol, foi a vez dos jogadores do Zequinha reclamarem da arbitragem, cobrando um impedimento na jogada. O bandeira não correu no momento do gol, porém o juiz considerou que o zagueiro deu um passe para trás e, com isso, o zagueiro Heverton não estaria impedido.

FICHA TÉCNICA 

São José: Fábio; Márcio Lima, Bruno Jesus, Éverton Alemão e Dudu Mandai. Tiago Pedra, Matheusinho, Felipe Guedes, Clayton e Kelvin (Wagner); Márcio Jonathan (Porcellis). Técnico: Rafael Jaques

Brasil: Pitol; Sciola (Ednei), Camilo, Héverton e Artur; Leandro Leite, Valdemir, Mossoró (Lourency), Alisson Farias e Calyson; Robério (Léo Bahia). Técnico: Clemer.

Gol: Fábio (SJ) e Héverton (B)

Local: Estádio Passo D’Areia, em Porto Alegre

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário