21 MAR 2018 Avenida avança em jogo histórico Vinícius Conrad

Caxias estava ganhando por 2 a 0 com apenas 11 minutos e 40 segundos de jogo. Avenida buscou! (Foto: Divulgação)

Quem está na foto acima, está na história do Esporte Clube Avenida. Um clube que muitos apostaram como rebaixado, retornou para elite, permaneceu, classificou e avançou em um jogo histórico. Com apenas 45 segundos de jogo, o anfitrião abriu o placar. Aos 11 minutos e 40 segundos, o Caxias ampliou e parecia estar confirmando uma premeditada classificação ao torcedor grená. Não foi o que aconteceu. Quem ficou com a vaga no estádio Centenário foi o visitante, o Periquito de Santa Cruz do Sul ao empatar o duelo em 2 a 2. Agora, agora a definição de quem avança entre Grêmio ou Inter. Porém, já sabe que o primeiro confronto será no estádio dos Eucaliptos.

O gol que abriu o placar foi marcado pelo Nicolas que apareceu na segunda trave mandando a bola pro fundo da rede do Avenida. Logo em seguida, Túlio Renan encontrou Nathan Cachorrão que tocou para Rafael Gava. Sem medo de ser feliz, meteu um chutação que pode ser gabar pelo golaço que marcou ampliando: 2 a 0. Aos 14 minutos, quase que o Caxias fez o terceiro.

O jogo deu uma debreada e parecia que estava tudo resolvido. Eis que Itaqui resolveu arriscar de longe e deu certo. Um golaço no ângulo direito descontando o placar: 2 a 1.

No retorno do intervalo, o time de Santa Cruz do Sul veio focado lutando pelo empate. O Caxias começou perceber que a situação poderia se complicar, mas administrava o jogo com tranquilidade. Eis que após dois três sustos ao torcedor grená, no finalzinho do jogo, o zagueiro Júnior Alves meteu a mão na bola ocasionando uma penalidade aos visitantes. Na cobrança, Alexandre cobrou sem chances para o arqueiro. Motivo suficiente para o atleta que está há 10 anos no clube, tirar a camiseta para comemorar e levar amarelo sem qualquer tipo de culpa. Afinal, estava escrevendo um dos capítulos mais bonitos da história do Periquito.

FICHA TÉCNICA

Caxias: Gledson, Cleiton, Júnior Alves, Jean e Julinho;  Régis, Rafael Gava, Diego Miranda; Nícolas (Daniel Cruz), Túlio Renan (João Paulo) e Nathan Cachorrão. Técnico: Luiz Carlos Winck

Avenida: Fabiano Heves, Itaqui, Yuri, Claudinho e Roger; Toto, Fidélis (João Neto), Moisés Baiano (Felipe Tchelé) e Alexandre; Cleverson e Welder (Marques). Técnico Fabiano Daitx.

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário