04 FEV 2018 Xavante vence o Inter na Baixada e quebra tabu Vinícius Conrad

Brasil quebrou tabu de quase 22 anos sem vencer o Internacional (Foto: Jonathan Silva/G.E.Brasil)

Não é a primeira vez e nem vai ser a última. Um clube do interior vencer a dupla GreNal vai virar polêmica. Reconhecer o mérito parece ser muito complicado. Focados para quebrar um tabu de quase 22 anos sem vencer o Internacional, os comandados pelo técnico Clemer conseguiram colocar os nomes na história do Brasil com gol marcado pelo Itaqui mantendo o rubro-negro invicto no Gauchão 2018. A arbitragem não prejudicou. O choro é livre!

Foi um jogo com duas expulsões e nove amarelos. Com liberação das arquibancadas móveis, o público aumentou nesta bonita tarde de domingo no estádio Bento Freitas. Os torcedores presenciaram um jogo movimentado com o Xavante arriscando logo no minuto inicial quando Luiz Eduardo cruzou pela esquerda e Eder Sciola apareceu dando trabalho para o arqueiro colorado, Marcelo Lomba. Num lá e cá desgraçado, típico de certame estadual, o Inter não conseguiu encontrar muitos espaços e aos 33 minutos, Ruan fez falta em Toty para tentar parar o contra ataque. Recebeu o segundo cartão amarelo e foi para o chuveiro mais cedo.

A vantagem numérica contribuiu com o Xavante que aos 37 minutos estufou a rede. Itaqui prendeu o pé, a bola desviou em Danilo Silva e talvez o goleiro visitante nem tenha saído em algumas fotos registradas. Não dá para sair dizendo que os colorados pressionaram, fizeram e aconteceram. Muito pelo contrário. O Brasil teve pelo menos duas oportunidades de ampliar o placar no segundo tempo da partida.

No finalzinho do jogo, aos 44 minutos, Leandro Camilo derrubou Charles e recebeu o segundo cartão amarelo. Com dez viventes para cada lado, o Internacional tentou partir para cima só que o setor defensivo rubro-negro garantiu mais uma vitória na competição. Com 13 pontos conquistados, o próximo desafio do Brasil será encarar o Grêmio na Arena às 21h30min da próxima quarta-feira. Já o Inter entra em campo apenas dia 15 de fevereiro contra o Juventude no estádio Beira-Rio.

FICHA TÉCNICA

BRASIL-PEL: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Héverton e Bruno Collaço; Leandro Leite, Itaqui (Van Basty), Calyson, Toty e Deyvid Sacconi (Luiz Henrique); Luiz Eduardo (Robério). Técnico: Clemer

INTERNACIONAL: Danilo Fernandes; Ruan, Danilo Silva, Thales e Iago; Rodrigo Dourado, Charles, Marcinho (William Pottker), Camilo (Cláudio Winck) e Patrick; Roger (Juan Alano). Técnico: Odair Hellmann

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário