26 FEV 2018 Calculadora na mão, é o Gauchão na reta final Deive Gessinger

Chegou a hora da verdade; faltam três rodadas para terminar a primeira fase (Foto: Divulgação)

Mais uma rodada findou-se e deixou ainda mais embolado a briga por liderança, classificação e rebaixamento.

O grande vencedor da rodada foi o São José. Com a vitória no Passo D’Areia, garantiu sua classificação, já o derrotado São Paulo, ficou na lanterna e caminha para o descenso. Saiba o que cada equipe precisa fazer na reta final para alcançar seu objetivo.

BRIGA PELA LIDERANÇA
Três equipes despontam pela briga pelo primeiro lugar geral.

Internacional: Com um jogo a mais em relação ao Caxias e o Brasil, o Colorado não depende apenas de si para fechar a primeira fase como líder. Tem ainda dois jogos e precisará somar 6 pontos para ter chances de terminar em primeiro. Os confrontos são contra Cruzeiro (F) e Grêmio (C).

Brasil: Dono de excelente campanha, o Xavante depende apenas de si para fechar a primeira fase como líder. A equipe encara o desesperado Novo Hamburgo (F), Avenida (C) e fecha com o São Paulo (F).

Caxias: Ainda invicto, o Grená tem boas chances de garantir o primeiro lugar geral, precisará ultrapassar Inter e Brasil com bons resultados diante do Avenida (F), São Luiz (C) e Cruzeiro (F).

O São José está com 14 pontos e virtualmente classificado. Porém, com um jogo a mais que Caxias e Brasil e somente uma combinação enorme de resultados colocaria o Zequinha no topo da tabela.

BRIGA PELA CLASSIFICAÇÃO / RISCO DE QUEDA
Oito equipes ainda brigam pela vaga. Veranópolis tem uma situação mais tranquila para garantir-se entre os 8, os demais será briga de foice no escuro.

Veranópolis: Com 12 pontos, o Pentacolor precisa de apenas um empate nos próximos três jogos. Encara São Paulo (F), Novo Hamburgo (C) e Juventude (F).

São Luiz: Dono de boa campanha em seu retorno à elite, o Zangão precisa de uma vitória nos próximos três jogos para ficar entre os 8. Joga com Cruzeiro (C), Caxias (F) e São José (C).

Avenida: Oriundo da Divisão de Acesso, o Periquito precisa também de apenas uma vitória para selar sua vaga. Pega o Caxias (C), Brasil (F) e Novo Hamburgo (C).

Juventude: Com Julinho Camargo como novo treinador, o time de Caxias do Sul venceu na rodada e melhorou muito sua situação. Parte em busca de 4 pontos em três jogos para garantir-se entre os 8. Encara o Grêmio (C), São José (F) e fecha com Veranópolis (C).

Cruzeiro: Fora da zona de classificação, o Estrelado convive com o sonho da vaga e não esquece da zona do rebaixamento. Precisa de uma vitória para manter-se na elite e de 5 pontos para garantir a classificação. Pega o São Luiz (F), Internacional (C) e fecha com Caxias (C).

Grêmio: Venceu e bem o Noia e saiu da zona de rebaixamento. O Tricolor precisa de 4 pontos para escapar do descenso e de 2 vitórias para seguir lutando pelo título. Encara o Juventude (F), São Paulo (C) e fecha com o Internacional (F).

Novo Hamburgo: Mesmo na zona de rebaixamento, o Noia possui chances de classificação, porém remotas. Para escapar da queda, buscará 5 pontos nos três jogos que restam, para classificar, precisa de 7 pontos. Terá pela frente o Brasil (C), Veranópolis (F) e Avenida (F).

São Paulo: Leão do Parque amarga a lanterna e precisa de 2 vitórias para escapar do rebaixamento, a vaga só virá com 100% de aproveitamento nos três jogos. A equipe tem ainda o Veranópolis (C), Grêmio (F) e Brasil (C).

Muita emoção na reta final e os clássicos da Serra, Capital e Zona Sul serão peleias históricas.

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário