24 JAN 2018 Avenida vence com autoridade Juliano Ortiz

Antes da bola rolar, Avenida e Grêmio estavam com campanhas bem parecidas no Gauchão. Ambas as equipes vinham de um empate e uma derrota e buscavam, no Estádio dos Eucaliptos, a primeira vitória no estadual. Com um ponto cada, o Avenida levava vantagem no saldo de gol (-1 contra -2 do Grêmio), para permanecer em 9º e o Grêmio em 10º. Confira a tabela atualizada do Gauchão.

O Camisa 19, Marques, mostrou estrela ao sair do banco para marcar um dos gols da vitória do time da casa (Foto: Sabrina Heming)

O JOGO

Em casa e com o apoio da torcida, o Avenida sabia que só a vitória interessava, até mesmo para não ficar perambulando entre os últimos colocados. Do outro lado, um Grêmio com time reserva (ou de transição, como eles preferem) também buscava vencer a primeira.

Mesmo com a chuva, o primeiro tempo foi bem disputado pelos dois times, principalmente no meio campo. Desde o início da partida, a gurizada do Grêmio infernizava a zaga do Periquito. Logo aos três minutos, Jean Pyerre arriscou de fora da área e obrigou Rodrigo a fazer boa defesa e mandar a bola para escanteio. Aos 13, novamente ele, Jean Pyerre, recebeu a bola e tentou encobrir Rodrigo e marcar por cobertura, mas o goleiro do Periquito fez defesa em dois tempos e ficou com a bola.

O primeiro grande lance do Avenida veio em chute de Fidélis, da entrada da área, e a bola passou perto do gol de Bruno Grassi. Mas, em seguida, o time da casa acabou levando gol em bola parada. Aos 34, Isaque recebeu passe de Matheus Henrique e – ao tentar o drible – foi derrubado por Luis Henrique. Jean Pyerre cobrou no canto direito de Rodrigo e fez 1 a 0.

SEGUNDO TEMPO

A última etapa teve bem mais emoção que os primeiros 45 minutos de jogo. Precisando virar a partida, o Avenida foi mais destemido e não se poupou em campo. Na primeira tentava após a volta do intervalo, Lima recebeu passe longo de Paulo Miranda e – impedido – quase marcou por cobertura, mas a bola caiu sobre a rede. A resposta veio com Hyantony, que tentou finalizar mas chutou fraco e o chute parou na defesa adversária. Aos 12, um lance polêmico levou a torcida da casa à loucura. Roger chutou e a bola bateu no peito de Madson; os jogadores do Avenida pediram pênalti, mas o árbitro Daniel Nobre Bins mandou o jogo seguir.

Aos 15, o gol de empate. Após cobrança de escanteio, Luis Henrique subiu alto e – de cabeça – marcou para o Nida. Pouco depois o técnico Fabiano Daitx mexeu no time e a substituição não demorou a dar resultado. O treinador sacou o meia Moisés Baiano para colocar Marques. O atacante precisou de apenas três minutos em campo para virar a partida. Após falha bisonha de Paulo Miranda, Hyantony roubou a bola e acionou o camisa 19, que chutou forte e alto para fazer o segundo do Periquito.

Jogadores comemoram primeira vitória no Gauchão 2018 (Foto: Sabrina Heming/Assessoria de Imprensa)

Com o resultado parcial, o técnico gremista preferiu reforçar o meio campo para trabalhar melhor a bola e tentar a recuperação na partida, colocando Alisson e Thonny Anderson nos lugares de Isaque e Pepê, respectivamente. Aos 28, quase o Grêmio conseguiu o empate. Em cobrança de falta, Claudinho tentou cortar e afastar, furou e graças ao goleiro Rodrigo, a bola não entrou. Aos 36, o Grêmio chegou forte mais uma vez e, com Madson, a bola explodiu na trave. De tanto tentar, o Tricolor finalmente chegou ao segundo gol com o zagueiro Paulo Miranda, que havia falhado no gol de Marques. Thaciano cobrou escanteio e o zagueirão desviou de cabeça para o gol.

Mas, no último lance do jogo, a zaga gremista não resistiu ao Periquito e o Avenida chegou ao gol da vitória com Toto. O volante soltou o pé, de fora da área, a bola ainda desviou no meio do caminho e enganou o goleiro Bruno Grassi. Com a primeira vitória no campeonato, o Avenida soma agora quatro pontos e sobe na classificação. Na próxima rodada, enfrenta o Internacional. O Grêmio, segue sem vencer e permanece na parte de baixo da tabela, com apenas um ponto. Na próxima rodada, o Tricolor encara o São José.

FICHA TÉCNICA

Avenida: Rodrigo; Itaqui, Luis Henrique, Claudinho e Roger; Toto, Fidélis e Diego Torres (Carlinhos); Moisés Baiano (Marques), Hyantony (Felipe Tchelé) e Maurício. Técnico: Fabiano Daitx

Grêmio: Bruno Grassi; Madson, Mendonça, P. Miranda e G. Guedes; Balbino, Jean Pyerre e Matheus Henrique (Thaciano); Pepê (Thonny Anderson), Isaque (Alisson) e Lima. Técnico: Cesar Bueno

Gols: Jean Pyerre e Paulo Miranda (G); Luis Henrique, Marques e Toto (A)

Local: Estádio dos Eucaliptos

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário