08 NOV 2017 Vitória do povo Fernando Rascado

Com ajuda da torcida, que lotou o estádio Bento Freitas, o Xavante venceu o Paraná e ficou perto de escapar do rebaixamento (Foto: Carlos Insaurriaga/AI GEB)

O Brasil recebeu o Paraná em um Bento Freitas lotado e conquistou três pontos fundamentais na luta contra o rebaixamento. O torcedor foi um show a parte. A direção entendeu a necessidade de ter o povo ao seu lado neste momento complicado e abaixou os valores dos ingressos. Mais de nove mil rubro-negros apoiaram os 90 minutos.

O primeiro tempo foi muito nervoso, as duas equipes abusaram das faltas e passes errados. O melhor lance saiu em uma cobrança de falta de Rafinha, defendida por Richard.

Na etapa final o jogou ficou mais movimentado, já que as duas equipes precisavam da vitória. Aos 12 minutos, o Bento Freitas veio abaixo. Marcinho fez ótima jogada pela direita e passou para Rafinha, que só empurrou pro gol vazio, 1 a 0. Aos 25 minutos a Baixada explodiu mais uma vez. Após cobrança de escanteio, Lincom cabeceou, Richard espalmou e Rafinha aproveitou o rebote para mandar pro gol, 2 a 0.

Com a vitória o Brasil subiu para o décimo terceiro lugar com 42 pontos, dois acima do Boa Esporte, primeiro time na zona do rebaixamento. Na próxima rodada o Xavante vai enfrentar o Paysandu, fora de casa, neste sábado (11), às 19h.

Juventude não ajudou
O Jaconero apenas cumpre tabela até o fim do campeonato, mas na terça poderia ter “ajudado” o Brasil, já que enfrentava o CRB, adversário direto da equipe pelotense na luta contra a degola.

Muitos torcedores alviverdes queriam que o Juventude entregasse a partida para prejudicar o rival. O time de Caxias do Sul até criou algumas boas chances, mas acabou não sendo páreo para o desesperado adversário.

Aos 19 minutos, Danilo Pires cruzou e Zé Carlos mandou de cabeça pro fundo da rede de Matheus Cavichioli, 1 a 0.  O Jaconero tentou o empate de todas as formas, mas a bola insistia em não entrar e pra piorar, aos 48 da etapa final, Edson Ratinho foi derrubado por Matheus dentro da área, pênalti. Tony cobrou e definiu a vitória do time da casa, 2 a 0.

Com a derrota o Juventude segue em oitavo com 49 pontos e na próxima rodada o alviverde vai receber o Oeste, nesta sexta-feira (10), às 19h15min.

FICHA TÉCNICA

Brasil: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Teco e Marlon; Leandro Leite, Itaqui, Marcinho (Cassiano), Rafinha e Misael (Calyson); Lincom (João Afonso). Técnico: Clemer.

Paraná: Richard; Cristovam, Iago Maidana, Brock e Igor (Rayan); Gabriel Dias, Vinícius Kiss, Renatinho, João Pedro (Zezinho) e Robson; Alemão (Vitor Feijão). Técnico: Matheus Costa.

Gols: Rafinha duas vezes (B)

Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário