04 OUT 2017 Brasil vence o Juventude com gol no fim Fernando Rascado

Xavante precisa de nove pontos em 10 rodadas para não correr riscos de rebaixamento (Foto: Gustavo Pereira)

Brasil e Juventude fizeram o confronto entre gaúchos da 27ª rodada da Série B no Bento Freitas, em Pelotas. Como todo clássico, tivemos um jogo muito intenso, com as duas equipes mostrando muita aplicação a cada lance. Tanto o Xavante, quanto o Jaconero, tiveram boas chances de gols, mas somente o Rubro-Negro conseguiu aproveitar. Lincom de cabeça fez a festa do torcedor da casa já no apagar das luzes.

Com a vitória o Brasil foi para o nono lugar com 37 pontos. Na próxima rodada o time do técnico Clemer vai enfrentar o Internacional no Beira-Rio, na segunda-feira (9), às 20h. Já o Juventude segue em sexto com 45 e na 28ª rodada vai receber o Londrina, dia 13, às 21h30min.

O JOGO
A primeira chance de perigo foi do Juventude. Aos 15 minutos,  Wesley Natã passou para Tiago Marques, que chutou cruzado e Pitol defendeu. A resposta Xavante veio aos 25, Itaqui cobrou falta no ângulo direito e Matheus Cavichioli fez uma grande defesa, espalmando para escanteio. 

Como todo clássico a partida era muita disputada, com muitos lances ríspidos. Os ataques só voltaram a levar perigo na parte final da primeira etapa. Aos 41 minutos, Yago foi lançado dentro da área e só tocou na saída de Pitol, a bola ia entrando, até que Itaqui salvou em cima da linha. Um minuto depois foi a vez do Rubor-Negro quase abrir o placar. Marcinho arrancou em velocidade, mas se atrapalhou com a bola. Ela ainda sobrou para Juninho, que chutou e a bola saiu raspando a trave esquerda.

Na etapa final o jogo seguiu no mesmo ritmo, com muita intensidade das duas equipes. O Brasil quase abriu o placar aos 12 minutos. Éder Sciola mandou uma bomba de fora da área e Matheus faz uma grande defesa. O time de Caxias  só chegou forte no ataque uma vez no segundo tempo. Aos 27 minutos, após cobrança de lateral de Tinga, Tiago Marques cabeceou, mas a bola foi pra fora.

No últimos 15 minutos só o time da casa jogou. Aos 30, Calyson recuou para Nem, que arriscou do meio da rua e obrigou o goleiro Matheus Cavichioli a espalmar para escanteio. Na cobrança, após bate-rebate na área, Calyson soltou a bomba, a bola passou por Cavichioli, mas Micael tirou quase em cima da linha. A pressão deu resultado. Aos 38 minutos, Itaqui cobrou falta na cabeça de Lincom, que mandou para o fundo das redes, 1 a 0.

Atrás no placar, o Juventude partiu com tudo pra cima, mas só conseguiu levar perigo em uma cabeçada de Mamute, que foi pra fora. Após o apito final, jogadores e torcedores comemoram muito o importante resultado, que encaminha o Brasil na Série B do ano que bem. Já o Juventude se complicou na luta pelo G-4.

FICHA TÉCNICA

Brasil: Marcelo Pitol; Éder Sciola, Leandro Camilo, Evaldo e Marlon; Leandro Leite (Nem), Itaqui, Juninho (Misael), Rafinha (Calyson) e Marcinho; Lincom. Técnico: Clemer.

Juventude: MatHeus Cavichioli; Tinga, Domingues, Micael e Mateus Santana; Bruninho (Maurício), Lucas, Yago (Juninho), Wesley Natã (Yuri Mamute) e Leilson; Tiago Marques. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Gol: Lincom (B)

Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário