19 JUL 2017 Triste rotina longe de casa Fernando Rascado

Xavante saiu na frente, mas sofreu a virada e perdeu mais uma na Série B (Foto: Jonathan Silva/ AI GEB)

Na noite fria de Curitiba, o Brasil pareceu ter congelado no segundo tempo e uma vitória parcial se transformou em uma derrota por 4 a 1 na Vila Capanema. Longe do Bento Freitas o Xavante não vem tendo muito sucesso. Nas última três partidas, três derrotas, com um gol a favor e 10 contra. A última vitória como visitante aconteceu na nona rodada contra o Juventude por 2 a 1.

O Rubro-Negro começou melhor e abriu o placar aos 16 minutos de jogo. Itaqui aproveitou falha do zagueiro paranista e mandou de primeira da entrada da área, a bola foi no canto do goleiro Richard, 1 a 0. Só que o time da casa empatou cinco minutos depois. A defesa do Brasil afastou mal e a bola sobrou para Robson, que chutou no canto direito de Pitol, 1 a 1.

Na etapa final o Brasil não voltou da mesma forma e se tornou uma presa fácil pro time da casa. Aos 10 minutos a lei do ex apareceu mais uma vez. Após cobrança de falta, a zaga afastou mal, o rebote sobrou para Brock, que chutou. A bola desviou na zaga e enganou o goleiro Marcelo Pitol, 2 a 1.

Atrás no placar o Xavante foi com tudo pra frente e quase empatou aos 26 minutos. Marcinho fez grande jogada individual e cruzou para Rodrigo Silva, que finalizou pra fora. O Paraná respondeu cinco minutos depois. Jogada na área do Brasil e o juiz marcou pênalti em um toque na mão do zagueiro Evaldo, que foi expulso após receber o segundo amarelo. Robson cobrou bem e marcou o terceiro do time da casa.

Já entregue em campo o Xavante acabou sofrendo mais um gol. Renatinho recebeu livre dentro da área e só tocou na saída de Pitol, 4 a 1. Com o resultado o Brasil caiu para o 16º lugar com 17 pontos e na próxima rodada recebe o Paysandu, neste sábado (22), às 19h.

FICHA TÉCNICA

Paraná: Richard; Cristovam, Iago Maidana, Brock e Igor; Jhony, Leandro Vilela, João Pedro (Zezinho), Robson e Minho (Renatinho); Alemão (Felipe Alves). Técnico: Matheus Costa.

Brasil: Marcelo Pitol; Wender, Leandro Camilo, Evaldo e Breno; Itaqui, João Afonso, Nem (Teco), Rafinha (William Ribeiro) e Marcinho; Rodrigo Silva (Gustavo Papa). Técnico: Rogério Zimmermann.

Gols: Robson (P), Brock (P), Renatinho,(P) e Itaqui (B)

Cartão vermelho: Evaldo (B)

Local: Estádio Vila Capanema, em Curitiba

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário