08 JUL 2017 Brasil leva nova goleada longe de casa Fernando Rascado

Xavante foi presa fácil pro Santa Cruz na Arena Pernambuco (Foto: Carlos Insaurriaga/AI GEB)

A fase do Brasil segue péssima na Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando na Arena Pernambuco, o Xavante foi goleado pelo Santa Cruz por 3 a 0, chegando a sua terceira derrota seguida. Nas últimas três partidas o Rubro-Negro sofreu sete gols e não marcou nenhum. A pressão sobre o técnico Rogério Zimmermann nunca foi tão grande.

Logo na etapa inicial o time da casa já abriu dois gols de frente. Derley aos 30 minutos e João Paulo aos 46. Na etapa final Ricardo Bueno definiu o massacre aos 26 minutos. Com a derrota o Brasil caiu para o 15º lugar com 14 pontos, mas ainda pode perder uma posição, caso o Figueirense ganhe do Ceará. Na próxima rodada o Xavante recebe o Oeste, nesta terça-feira (11), às 19h15min.

O JOGO
A primeira chegada foi do Santa Cruz. Aos cinco minutos, Roberto arriscou de fora da área e Eduardo Martini espalmou pra escanteio. O Rubro-Negro respondeu aos 14. Breno cruzou da esquerda, Lincom cabeceou e Júlio César fez grande defesa.

A partir dai só deu Cobra Coral na Arena. Aos 22 minutos, Ricardo Bueno arriscou de longe, Martini espalmou e a zaga afastou pra escanteio no rebote. Aos 28, Elicarlos recebeu na entrada da área e mandou a bomba, o goleiro Eduardo Martini fez uma grande defesa, espalmando pra escanteio. Um minuto depois o Santa chegou ao gol. Derley recebeu na intermediária e arriscou, a bola foi no canto de Martini, que nem se mexeu, 1 a 0.

Mesmo com a vantagem no marcador o time da casa não recuou e ampliou o marcador aos 42 minutos de jogo. Em rápido contra-ataque, Augusto deixou João Paulo na cara do gol. O meia só teve o trabalho de tocar por baixo de Martini, 2 a 0.

O Brasil voltou pro segundo tempo buscando reagir na partida. Aos cinco minutos, Rafinha bateu falta de longe e Julio Cesar espalmou. Só que o Santa Cruz queria mais e logo no minuto seguinte quase marcou mais um. André Luís soltou a bomba de longe e a bola explodiu no travessão Xavante.

Só que aos 26 minutos o Tricolor não desperdiçou a chance de marcar mais um. Ricardo Bueno arriscou do meio da rua e a bola foi no ângulo de Martini, 3 a 0. Mesmo com o jogo definido o Santa Cruz seguia no ataque. Aos 33 minutos, Barbio limpou a jogada e bateu no canto esquerdo, mas Martini espalmou pela linha de fundo.

Nos últimos minutos a torcida do Santa Cruz gritou o nome do treinador Givanildo de Oliveira, que estava estreado no cargo. Givanildo começou o campeonato no Ceará e venceu o Brasil por 3 a 2 no Bento Freitas, na sexta rodada, mas foi demitido alguns jogos depois.

FICHA TÉCNICA

Brasil: Eduardo Martini, Ednei (Wender), Leandro Camilo, Teco, Breno, Leandro Leite, Itaqui, Wagner (Juninho), Rafinha, Marcinho e Lincom (Rodrigo Silva). Técnico: Rogério Zimmermann.

Santa Cruz: Julio Cesar, Nininho, Bruno Silva, Jaime, Roberto, Elicarlos (Wellington Cezar), Derley (Kelvy), João Paulo, André Luis, Augusto (William Barbio) e Ricardo Bueno. Técnico: Givanildo de Oliveira

Gols: Derley (SC)João Paulo (SC) e Ricardo Bueno (SC)

Local: Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata-PE

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário