21 JUN 2017 Xavante vence o Juventude e encosta no G-4 Fernando Rascado

Xavante venceu a segunda partida seguida na Série B e encostou no G-4 (Foto: Carlos Insaurriaga/GEB)

Deu Brasil no duelo dos gaúchos pela nona rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando no estádio Alfredo Jaconi em Caxias do Sul, o Xavante quebrou a invencibilidade Jaconera e se aproximou do G-4.

O time da casa criou as melhores oportunidades no primeiro tempo, mas foi o Rubro-Negro que saiu na frente com Rafinha, que acertou um belo chute de fora da área. Na etapa final o Alviverde conseguiu empatar depois de muita insistência com Ramon. Só que aos 28 minutos da etapa final o zagueiro Leandro Camilo de cabeça decretou a vitória pelotense em terras serranas.

Com mais três pontos o Brasil subiu para o quinto lugar com 14 pontos e na próxima rodada vai receber o Internacional, em mais um clássico gaúcho na Série B. A partida será no sábado (24) às 16h30min. Já o Juventude segue líder com 18 pontos e na décima rodada enfrenta o Londrina fora de casa, também no sábado, às 16h30min.

O JOGO
Antes da bolar rolar tivemos mais um capítulo da rivalidade Wagner x Juventude. O meia ex-Caxias, foi muito vaiado desde que entrou em campo para o aquecimento. O jogador “retribuía” com acenos para os Jaconeros que ficavam ainda mais furiosos. Já no momento que os jogadores das duas equipes se cumprimentavam, o meia Wallacer se negou a cumprimentar Wagner. Os dois se desentenderam no clássico Ca-Ju em que Wagner cravou uma bandeira Grená no meio do campo do Jaconi.

Com a bola rolando o time da casa começou melhor. Aos 14 minutos, Após cobrança de escanteio, a zaga Xavante afastou, Wallacer mandou a bomba no rebote e a bola desviou, passando perto do gol de Eduardo Martini. O Brasil respondeu aos 21, Matheus afastou mal, a bola foi nos pés do atacante Bruno Lopes, que arriscou de longe, mas mandou pra fora. Aos poucos o time visitante se soltava mais aos ataque, até que aos 30 minutos Rafinha acertou um chute de fora da área, a bola foi no canto esquerdo do goleiro Matheus, 1 a 0.

Na segunda etapa a partida começou equilibrada, mas mesmo assim o Juventude conseguiu empatar. Aos 13 minutos, Caprini arriscou de longe, Martini espalmou e a bola foi pra trás e bateu na trave. No rebote Ramon mandou pro gol, a bola bateu no zagueiro Evaldo e entrou, 1 a 1. O Xavante não se abateu e seguiu chegando no ataque. Aos 19, Marlon cobrou falta na área e Wagner chutou por cima do gol de Matheus. Aos 27, Rafinha cobrou falta no ângulo e Matheus espalmou para escanteio. Na cobrança, o zagueiro Leandro Camilo mandou de cabeça por cima do goleiro Matheus, 2 a 1.

Atrás do placar mais uma vez, o Juventude partiu com tudo pra cima do Brasil, porém o Rubro-negro se defendia bem e não dava chances para o Jaconero. No final muta festa pelo lado visitante no Alfredo Jaconi. O técnico Rogério Zimmermann comemorou muito o resultado na frente do seu torcedor.

FICHA TÉCNICA

Juventude: Matheus; Vinícius, Domingues, Ruan Renato e Bruno Collaço; Fahel (João Paulo), Diego Felipe (Bruninho), Juninho (Caprini), Wallacer e Ramon; Tiago Marques. Técnico: Gilmar Dal Pozzo.

Brasil: Eduardo Martini; Wender, Leandro Camilo, Evaldo e Marlon (Breno); Itaqui, João Afonso (Leandro Leite), Bruno Lopes (Marcinho), Wagner e Rafinha; Lincom. Técnico: Rogério Zimmermann.

Gols: Rafinha (B), Leandro Camilo (B) e Ramon (J)

Local: Estádio Bento Freitas, em Pelotas

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário