22 JUN 2017 Juventude apresenta casos de caxumba Leandro Lopes

Zagueiro Domingues foi o terceiro atleta do Papo a ter a doença (Foto: Fernando Torres/Paysandu)

Os clubes gaúchos devem mais uma vez abrir o olho! O surto de caxumba que acometeu várias equipes no ano passado dá sinais de um possível retorno em 2017. O Juventude, líder da Série B, tem no plantel três atletas confirmados com a doença.

O volante Diego Felipe foi o primeiro. Na sequência, o meia Leílson também apresentou os sintomas. O último a ser diagnosticado foi o zagueiro Domingues. O trio fica pelo menos sete dias longe do clube. No sábado o Papo vai desfalcado enfrentar o Londrina, no Estádio do Café, no Paraná.

Na quarta a direção alviverde tratou de contornar o problema. Sete jogadores foram vacinados – somente aqueles que nunca tiveram a doença ou não tomaram vacina no ano passado.

Em 2016 a patologia chegou a atrapalhar competições no Rio Grande do Sul. O tradicional clássico Ba-Gua foi vencido pelo Guarany por W.O. na Terceirona já que 16 jogadores do rival, Grêmio Bagé, estavam com caxumba. O número foi o mais expressivo entre os clubes gaúchos. Por decisão da Justiça, o confronto acabou remarcado.

O Pelotas também apresentou casos. Gustavo Xuxa e Vinícius Golas tiveram a doença. A direção agiu rapidamente para controlar o surto a afastou os atletas do plantel para os devidos cuidados médicos. O Brasil vacinou o grupo antes do problema chegar ao vestiário. Apenas o supervisor da equipe foi acometido. O Grêmio também não escapou e teve três titulares enfermos: Luan, Ramiro e Henrique Almeida.

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário