08 ABR 2017 Novo Horizonte vence Farroupilha em Pelotas Leandro Lopes

Equipe de Esteio levou a melhor no Nicolau Fico na bola parada (Foto: Paulo Rossi/Diário Popular)

O Farroupilha continua sem vencer em casa na Terceirona. Neste sábado (8), contra o Novo Horizonte, o Fantasma não conseguiu repetir a atuação do meio da semana, quando venceu o Rio Grande, e acabou derrotado por 2 a 1. Carlos Alberto, ex-Brasil, marcou os dois gols da equipe visitante.

Os início de jogo foi desastroso para as pretensões do técnico estreante Luciano Corrêa. Logo aos cinco minutos, o árbitro marcou pênalti para o Novo Horizonte. Na cobrança, Carlos Alberto colocou o time de Esteio na frente. A resposta do Farroupilha veio com Carlos Gatto, mas o atacante fez o mais difícil. Depois de dominar a bola no campo irregular e correr com ela dominada, tocou mal na saída do goleiro Gabriel, que fez a defesa.

O Fantasma tentou ensaiar uma pressão, mas ficou só no ensaio. Do outro lado, o time do técnico Ney Santos chegou com perigo nos contra-ataques. Alex, do meio da rua, e Éverton, após cobrança rápida de falta, quase ampliaram. Antes do intervalo o Farrapo ainda chegou com perigo, mas desperdiçou boa chance mais uma vez.

SEGUNDO TEMPO
A exemplo da primeira, a etapa complementar começou movimentada. Não demorou e o Tricolor de Pelotas chegou ao empate. Wendell subiu mais que a zaga esteiense e mandou no canto do goleiro, 1 a 1. Mas o Tricolor de Esteio não se entregou. Pelo contrário: pulou na frente do placar mais uma vez. Dois minutos depois do empate, Carlos Alberto, cobrando falta, mandou no ângulo de Hermes, que nada pode fazer: Novo Horizonte 2 a 1.

Ainda não se sabe se foi uma agressão ou a tal “sarrada no ar” (Foto: Paulo Rossi/Diário Popular)

O tempo passou e as duas equipes não chegaram forte ao ataque. Foi quando um lance isolado tirou o foco da partida. Em disputa aérea, Wellington e Émerson bateram de cabeça. O jogador do Novo Horizonte, Émerson, caiu desacordado. Na sequência, foi questionado onde estava e – desorientado – não soube responder. A ambulância foi acionada e o atleta encaminhado ao Pronto-Socorro de Pelotas para a realização de exames. Na saída, ao menos, já sabia seu nome e idade, garantiu o meia Carlos Alberto.

Sem a equipe médica, o confronto ficou cerca de 30 minutos parado. Quando um certo ar de preocupação com a iluminação natural para a sequência da partida tomava conta dos torcedores, outra ambulância chegou e o jogo finalmente recomeçou. E recomeçou bem!

Aos 67 minutos, Madalena lançou Gabriel Lima, que chutou forte, muito perto da trave do Novo Horizonte. No lance seguinte, Wellington chutou forte e Gabriel fez grande defesa. O Fantasma ainda tentou no “chuveirinho”, mas a zaga de Esteio conseguiu afastar o perigo e garantir os primeiros três pontos na competição.

Na próxima rodada, o Farroupilha enfrenta o Guarany, em Camaquã. O Novo Horizonte recebe o Rio Grande, no estádio Cristo Rei, em São Leopoldo. As duas partidas estão marcadas para quarta-feira, às 15h.

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário