23 ABR 2017 Guarani vence duelo indígena em Venâncio Leandro Lopes

Jogo teve forte marcação, mas boas oportunidades de gol para os dois times (Foto: Daniel Heck/Folha do Mate)

O Guarani acabou com a sequência de cinco jogos sem perder do Aimoré na manhã deste domingo (23) em Venâncio Aires. Com um gol de Nei, o rubro-negro venceu o duelo indígena no estádio Edmundo Feix e entrou na zona de classificação à próxima fase da Segundona. O Índio Capilé perdeu a liderança para o Avenida, que levou a melhor no clássico Ave-Cruz.

Os mandantes entraram em campo com muita disposição. Logo aos 37 segundos o Índio da casa já assustou o Índio visitante. Urnau cabeceou e Nícolas salvou. O Índio Capilé não se achou até os dez minutos e demorou a responder, mas levou perigo quando subiu ao ataque. Aos 18, Marco Antônio, na pequena área, bateu por cima e perdeu a chance de abrir o placar.

Jogando em casa, o rubro-negro teve mais volume de jogo durante o primeiro tempo e pressionou. Em boa jogada, Nei ganhou a disputa de bola com a defesa e saiu na cara do gol. A finalização parou em Nícolas.  O visitante, que não é bobo, não abdicou do ataque. Marco Antônio de novo, após boa tabela, criou outra oportunidade antes do intervalo, mas nada feito: 0 a 0.

Na segunda etapa, mais uma vez o time da casa voltou melhor. Mas apesar da vontade, demorou pra sair um chute a gol. Só depois dos dez minutos Urnau conseguiu a primeira finalização. A bola assustou o Índio Capilé, mas passou reto pela linha de fundo.  O Aimoré respondeu na sequência com Thiago Corrêa, que recebeu na entrada da área e bateu por cima da meta adversária.

O confronto ficou sonolento por alguns minutos, mas quem dormiu na arquibancada teve dois bons motivos pra acordar aos 22 minutos. Marco Antônio, sempre ele, exigiu uma boa defesa do goleiro Eduardo, com o pé. No contra-ataque, o Guarani partiu pra cima e Nícolas brilhou mais uma vez, saindo nos pés do atacante e evitando o gol. Não demorou muito e os visitantes chegaram de novo. Diogo invadiu a área e chutou, mas o zagueiro Manolo salvou no último momento.

Nei prepara a cambalhota para comemorar o gol da vitória do Guarani no Feix (Foto: Daniel Heck/Folha do Mate)

O “lá e cá” foi recompensado aos 30. Selton acreditou na jogada, foi à linha de fundo e cruzou para Nei. O goleiro saiu no susto, mas com o peito o atacante tocou para o fundo da rede, Guarani 1 a 0.

Claiton fez imediatamente duas substituições no Índio Capilé. O Guara catimbou com jogadores caídos no chão para garantir o resultado. Com a bola rolando, o Aimoré tentou mais duas vezes. Em cobrança de falta de Diogo, Eduardo espalmou. Na última chance, o goleiro segurou firme o cruzamento antes da chegada de Élton e garantiu a vitória rubro-negra.

Na próxima rodada o Guarani recebe o São Gabriel no Edmundo Feix. Se vencer, encaminha a classificação à próxima fase. O Aimoré tem parada dura, contra o Pelotas de Daniel Carvalho. O jogo promete ser bom, já que no primeiro turno, em São Leopoldo, as duas equipes empataram por 3 a 3. As duas partidas estão marcadas para quarta-feira.

FICHA TÉCNICA

Guarani – Eduardo; Murilo (Danilo Silva), Manolo, Aldo e Sirena; Alemão, Urnau, Sampson (Selton) e Júlio César (Ramon); Nei e Mauro. Técnico: Gelson Conte

Aimoré – Nícolas; Nenê, André, Gulliti e Faísca (Janderson); Diego Superti, Elton, Diogo e Marco Antônio; Thiago Corrêa (Patric) e Irapuan (Maxsuel). Técnico: Claiton dos Santos

Gols – Nei (G)

Local – Estádio Edmundo Feix, em Venâncio Aires

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário