24 MAR 2017 Brasil e Caxias empatam em Pelotas Fernando Rascado

Com o empate o Brasil segue ameaçado pelo rebaixamento (Foto: Carlos Insaurriaga/GEB)

Pressionado pelos últimos resultados e pelas fracas atuações, o Brasil recebeu o Caxias nesta quinta-feira (23), pela nona rodada do Gauchão. Já o Grená entrou em campo com a vaga na próxima fase encaminhada, mas queria a vitória para se aproximar do líder Novo Hamburgo.

A partida foi muito disputada, com o time da Serra se defendendo bem, enquanto o Xavante abusava da bola área. Na etapa final, Nem abriu o placar para os mandantes em cobrança de falta. Não demorou muito e Geninho de cabeça deixou tudo igual. Após o apito final, a torcida rubro-negra não satisfeita com mais uma atuação fraca, vaiou o time.

Com o resultado, o Brasil é o nono colocado com nove pontos e na próxima rodada recebe o Novo Hamburgo, no domingo (26), às 19h30min. Já o Caxias é o segundo com 15 e na décima rodada recebe o Passo Fundo, no domingo, às 16h.

CONFIRA A TABELA E A CLASSIFICAÇÃO DO GAUCHÃO

O JOGO
A partida iniciou com as duas equipes se estudando. Aos poucos o Brasil tentava pressionar, mas a defesa Grená fazia um bom trabalho. Sem espaço e errando muitos passes, o time da casa passou a apostar na bola área. Qualquer falta no campo de ataque já era motivo para os zagueiros irem para a área em busca do gol. O problema é que os cobradores Xavantes não estavam com o pé calibrado e as cobranças não resultavam em perigo. Do lado vistante o time também criava pouco. A melhor chance o Brasil surgiu somente aos 46 minutos. Juninho arriscou de longe e Pitol espalmou. No intervalo, o jogador do Caxias, Juliano Tatoo foi levado de ambulância para o hospital com suspeita de traumatismo craniano.

SEGUNDO TEMPO
A etapa final demorou para começar por falta de ambulância, que levou o jogador do Grená para o hospital. Quando a bola rolou o Xavante seguiu tentando e desta vez com mais efetividade. Aos seis minutos, Nem cobrou falta rasteira, no canto do goleiro Pitol: 1 a 0. O Grená do Povo não se abateu e aos 11, Reis cruzou e Geninho de cabeça deixou tudo igual no placar: 1 a 1. A partida voltou a ficar tensa, o resultado não era bom pro time da casa e a torcida começou a ficar impaciente pela fraca atuação ofensiva do Brasil. Já o time do Luís Carlos Winck assustava quando chegava. Aos 20 minutos, em contra-ataque puxado por Diego Miranda, o meia arriscou da entrada da área e Martini fez grande defesa. O Xavante ainda teve mais uma grande chance de vencer a partida. Aos 39 minutos, Rodrigo Silva deu um grande passe de cabeça para Bruno Lopes, que chutou pra fora da entrada da área. Já nos descontos o Rubor-Negro tentou pressionar no abafa, mas o jogo terminou mesmo sem vencedores no Bento Freitas.

FICHA TÉCNICA

Brasil: Eduardo Martini; Wender (Éder Sciola), Cirilo, Teco e Marlon; Leandro Leite, Galiardo, Marcinho, Juninho (Bruno Lopes) e Nem; Gustavo Papa (Rodrigo Silva). Técnico: Rogério Zimmermann.

Caxias: Marcelo Pitol; Gian, Jean, Edson Borges e Juliano Tatto (Geninho); Marabá, Elyeser, Júlio César (Reinaldo), Wagner (Diego Miranda) e Reis; Reginaldo Júnior. Técnico: Luís Carlos Winck.

Gols: Nem (BRA) e Geninho (CAX)

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário