06 MAR 2017 Abriram as porteiras da Segundona Vinícius Conrad

No seu retorno para Segundona, o Guarany de Bagé não conseguiu vencer diante do seu torcedor – Foto: Sérgio Galvani

Foi um domingo de abertura de mais uma edição da Segundona. Com 16 clubes peleando por duas vagas de acesso para elite do futebol gaúcho, quatro duelos marcaram a estreia da competição. Nesta segunda-feira, o Pelotas recebe o Avenida às 20h no estádio da Boca do Lobo pelo Grupo A. Pela mesma chave o Santa Cruz recebe o Guarani-VA na terça-feira, às 20h. Já pela Chave B o Esportivo joga em casa contra o São Luiz, na quarta-feira, às 20h30min. Fechando a primeira rodada o Tupi encara o Panambi em casa apenas no dia 29 de março.

GRUPO A

GUARANY 1×2 SÃO GABRIEL
O domingo foi de celebração em Bagé. O retorno do Guarany à Segundona foi com estádio cheio e muita alegria no Estrela D’Alva. A festa estava armada, mas teve um problema: esqueceram de avisar o adversário. O São Gabriel fez um início de jogo arrasador e abriu 2 a 0 nos primeiros 13 minutos. Na etapa final, o alvirrubro reagiu. Géverton mexeu bem na equipe e mandou o time pra cima. Alan Bald diminuiu a vantagem. A chance do empate veio logo em seguida em um pênalti. Michel cobrou forte, no canto, mas Juliano – como um gato – se esticou para defender. Até o fim do jogo foi ataque contra defesa, mas o Sanga segurou o resultado e começou a Segundona com o pé direito.

AIMORÉ 3×0 INTERNACIONAL-SM
Com dois gols de Marco Antônio e um de Élton, o Índio Capilé conquistou os três primeiros pontos na competição. O primeiro tento foi marcado de carrinho, bem no estilo aguerrido e bravo que o certame é conhecido. Na próxima rodada, o Aimoré vai até Santa Cruz do Sul enfrentar o Avenida às 17h de sábado (11). Já o Internacional vai jogar em casa contra Guarany de Bagé às 17h de domingo (12).

GRUPO B

UNIÃO-FW 2×1 BRASIL-FA
O Leão da Colina aproveitou o fator local para fazer o primeiro gol da competição. Com apenas oito minutos de jogo, Vinicius Queijinho abriu o placar para o time da casa. O empate chegou em cobrança de falta efetuada por Thomas e Aldir cabeceou sozinho para o fundo da rede. Aos 35 minutos, um lance polêmico: Vinicius Queijinho foi derrubado na área e Janvie Baroni marcou a penalidade. Na cobrança, Fischer fez o gol da vitória. Após a partida, o lateral Thomas (que jogava no União) questionou a marcação do pênalti e soltou na maior sinceridade: “pergunta para o Queijinho se foi pênalti” e arrematou: “brincadeira”. A próxima partida do União será contra o Panambi no próximo domingo (12) às 17h. No mesmo horário, o Brasil de Farroupilha recebe o Esportivo.

GLÓRIA 1×0 LAJEADENSE
No Altos da Glória, em Vacaria, um duelo de alviazuis teve casa cheia. Glória e Lajeadense fizeram um jogo pouco movimentado, mas que não passou em branco. Com gol de Rudiero, de cabeça, o time da casa bateu o Lajeadense por 1 a 0. Soberano na partida, o Glória não deixou o time de Lajeado jogar. Tanto que o goleiro nem sujou o uniforme. O resultado foi ainda mais importante: a equipe de Vacaria, que foi rebaixada no Gauchão do ano passado, não vencia em casa desde o meio de março do ano passado – há quase um ano.

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário