05 NOV 2016 Inter e São José são os primeiros campeões Fred Feijó
Internacional e São José carimbaram o passaporte para participar da Super Copa Gaúcha (Foto: Leonardo Fister)

Internacional e São José carimbaram o passaporte para participar da Super Copa Gaúcha (Foto: Leonardo Fister)

Calor escaldante no Rio Grande do Sul e duas taças estavam em disputa com peleias que iniciaram às 11h deste sábado (5). Pela Copa José Luiz Barreto, o Internacional confirmou a vantagem ao vencer o Bagé por 1 a 0. Na primeira partida, o colorado venceu por 3 a 1 e foi campeão do certame regional. Já na Copa Caçapava, o gramado sintético tornou o confronto ainda mais quente. O São José conseguiu reverter a desvantagem após ter perdido por 3 a 1 no primeiro encontro e conquistou o bicampeonato em peleia emocionante que foi decidida na marca do cal. Os dois clubes aguardam o vencedor da Copa Larry Pinto Faria e o melhor vice das Copas que serão os seus adversários na Super Copa Gaúcha.

O jalde-negro da Rainha da Fronteira precisa sair de cabeça de erguida. Derrotou o Grêmio e fez frente com o colorado. Dois elencos dos maiores clubes do Estado que jogam com times B, mas com estruturas e folhas superiores de muitos que estão na elite do futebol gaúcho. Um clube da Terceirona que fez bonito. Jogando em casa, o Inter conseguiu fazer o único gol aos 39 minutos do segundo tempo com tento marcado por André.

No duelo no estádio Passo D’areia, o jogo já teve que ser interrompido logo nos minutos iniciais. Jogar de noite já é complicado, com a temperatura deste sábado não tem como entender. O anfitrião soube aproveitar o fator local e abriu o placar logo aos 11 minutos com gol de Marcel. Aos 24 minutos, Paulinho ampliou e após três voltas no relógio, fez o terceiro do Zequinha. Com o resultado, o São José estava se tornando bicampeão. O placar não foi alterado até os acréscimos quando a torcida já estava comemorando o título e Matheus Pranke colocou água no chopp que nem chegou estragar, apenas gerou mais emoção. Tanto que um torcedor do Nóia passou mal e teve que ser atendido pela ambulância. Na decisão nos pênaltis, um fato inusitado: apenas três cobranças para cada lado. O Zequinha converteu as três enquanto o Novo Hamburgo errou todas.

A final entre Ypiranga e Caxias vai acontecer às 17 deste domingo (6) no estádio Colosso da Lagoa. O Canarinho venceu o primeiro confronto por 2 a 1.

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário