29 OUT 2016 Ypiranga vence e fica muito perto do título Fernando Rascado
Canarinho vencue o Grená de virada e pode até perder na volta por 1 a 0 que será capeão (Foto: Divulgação)

Canarinho venceu o Grená de virada e pode até perder na volta por 1 a 0 que será campeão (Foto: Divulgação)

O Ypiranga deu um passo importante rumo ao título da Copa Larry. Jogando fora de casa, o Canarinho saiu perdendo para o Caxias, mas conseguiu a virada com gols de Danilinho e Túlio Renan. No final Márcio foi expulso pelo lado visitante, mas mesmo com  vantagem numérica o Grená conseguiu reagir.

Com a vitória, o Ypiranga pode até perder por 1 a 0, que garante o título e a vaga na Super Copa. O Caxias precisa vencer por dois gols de diferença ou um vitória por um gol, a partir do 3 a 2. A partida será no próximo fim de semana no Colosso da Lagoa, mas a FGF ainda não confirmou o dia e o horário.

O JOGO
O primeiro tempo deixou a desejar, as duas equipes criaram muito pouco. O time da casa chegou com perigo apenas duas vezes. Aos 22 minutos, Léo Mineiro teve uma boa chance, mas acabou chutando em cima da zaga. Aos 28, Gian cobrou escanteio fechado e quase marcou olímpico.

Já o Canarinho assustou em apenas um lance. Aos 25 minutos, Maicon saiu livre, mas chutou em cima de Pitol.

SEGUNDO TEMPO
A etapa final já começou bem diferente. Logo aos cinco minutos, Lorran arriscou de longe, no rebote Gian empurrou pro fundo do gol: 1 a 0.

O Ypiranga reagiu aos 17 minutos. Danilinho de pênalti deixou tudo igual: 1 a 1. O Canarinho queria mais e aos 24 minutos conseguiu a virada. Túlio Renan saiu livre e só tocou na saída de Pitol: 2 a 1. O Caxias reclamou de um toque de mão na origem da jogada.

Aos 36 minutos, Maicon recebeu o segundo amarelo e foi expulso. Mesmo assim o Caxias não teve forças para reagir e vai precisar de uma virada na volta para ser campeão.

FICHA TÉCNICA

Ypiranga: Carlão; Márcio, Negretti, Carlão Farias e Sander; Artur (Robson), Mikael (Jean Paulo), Daniel (Matheus) e Danilinho; Tulio Rennan e Maycon (Douglas). Técnico: Carlos Moraes.

Caxias: Marcelo Pitol; Gian, Lacerda, Alex Moraes e Juliano Tatto; David (Baiano), Tinga (Rafael Chorão), Marlon (João Felipe) e Diego Miranda; Lorran (Nicolas) e Léo Mineiro. Técnico: Luiz Carlos Winck

Gols: Gian (C), Danilinho (Y) e Túlio Renan (Y)

Local: Estádio Centenário, em Caxias do Sul

Arbitragem: Lucas Guimarães Horn, auxiliado por Mauricio Coelho Penna e Antonio Lima Albornoz

 

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário