14 SET 2016 Brasil estacionado no G4 Vinícius Conrad
A próxima peleia do Brasil será no estádio Bento Freitas: sexta-feira às 19h15min contra o Criciúma (Foto: Carlos Insaurriaga)

A próxima peleia será no estádio Bento Freitas: sexta-feira às 19h15min contra o Criciúma (Foto: Carlos Insaurriaga)

Mesmo com a derrota fora de casa, o Brasil de Pelotas continuou no G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Reconhecendo a importância de focar apenas no próximo adversário, o técnico Rogério Zimmermann convocou a torcida rubro-negra para lotar o estádio Bento Freitas na próxima sexta-feira e novamente jogarem juntos na busca da vitória. A peleia será contra o Criciúma e terá peronha saracoteando às 19h15min. Com 40 pontos na competição nacional, o Xavante está na terceira colocação e quer continuar estacionado no topo da tabela que no final do certame vai carimbar o passaporte para elite da pátria de chuteiras.

Conquistar esse momento não foi fácil. A superação rubro-negra serve de exemplo para muitos clubes. Patrocinadora oficial do clube, a Fruki criou o projeto Vai, Xavante que leva o torcedor Victor para acompanhar todas as peleias. Se o Brasil está em campo, ele está na arquibancada. Um representante de uma nação que independente do estádio, não estará sozinho. Em todos os confrontos encontrou irmãos que vestem vermelho e preto. Uma união que atravessa fronteiras para estar ao lado do seu time do coração.

Victor confia na força da torcida para buscar mais uma vitória na Baixada (Foto: Divulgação/Vai, Xavante)

Victor confia na força da torcida para buscar mais uma vitória na Baixada (Foto: Divulgação/Vai, Xavante)

Vindo de vitória por 4 a 0 em casa, o Criciúma viaja para Pelotas querendo colocar água no chopp do Brasil. Porém, o anfitrião já comprovou que em terra de sapo, mosquito não dá rasante. Jogando no estádio Bento Freitas, o Xavante não se amedronta para nenhum adversário. “Confio na força do nosso torcedor. Sexta-feira é dia de lotar a Baixada e buscar os três pontos de qualquer jeito. Não vai ser jogo fácil. É preciso lutar pela vitória do início ao fim. Novamente vamos ser o décimo segundo jogador”, convocou Victor.

PRIMEIRA LIGA

O Brasil e mais cinco novos clubes – Atlético Goianiense, Ceará, Tupi, Luverdense e Londrina – que passam a serem membros do grupo que busca lutar por melhores condições em relação ao que já é oferecido pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Apesar disso, não participarão da competição de 2017. As novidades serão Chapecoense, Joinville e Paraná que já faziam parte da Liga, mas não disputaram neste ano. Porém, a direção xavante e dos novos clubes já irão participar das reuniões.

O CEO da Primeira Liga, José Sabino, enviou um comunicado por e-mail.”O interesse de novas agremiações em fazer parte da Primeira Liga mostra como estamos no caminho certo. Os clubes carecem de participação mais efetiva na organização do futebol brasileiro e isso a Primeira Liga oferece. Tudo é debatido e conversado até que consigamos chegar a um denominador comum. Nosso objetivo é melhorar a estrutura do esporte, e mostrar que os clubes que são os principais protagonistas do futebol devem assumir um papel decisivo na gestão do futebol. Isso vai permitir um maior retorno financeiro para os clubes e consequentemente mais investimentos para o futebol brasileiro”, disse.

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário