25 FEV 2016 Resumo da sexta rodada Fernando Rascado
O desacreditado Pentacolor fez bonito, calando o Beira-Rio (Foto: Divulgação/ZH)

O desacreditado Pentacolor fez bonito, calando o Beira-Rio (Foto: Divulgação/ZH)

A sexta rodada do Campeonato Gaúcho foi sem duvida a mais emocionante até aqui. Todos os sete jogos aconteceram na quarta-feira (24). Teve de tudo, interior ganhando da dupla, empate heroico, protestos, treinador demitido e novo líder na competição. Então confira um resumo do que aconteceu no meio de semana do Gauchão.

– Caiu o último 100%. O Juventude ficou no 0 a 0 contra o Ypiranga em Erechim, mas pelo menos segue invicto.

– O São José é o novo líder. O Zequinha venceu fora de casa o Lajeadense por 2 a 1 e com o tropeço do Jaconero, o time da capital está igual em pontos, mas fica na frente pelo saldo de gols.

– Aliás, com a derrota para o Zequinha, o Lajeadense entrou na zona de rebaixamento e na manhã desta quinta acertou a saída do técnico Rodrigo Carpegiani. Para seu lugar foi contratado Edson Porto e no fim da tarde o Glória anunciou o desligamento do técnico Clemer. Rodrigo Bandeira assume o comando técnico do Leão da Vacaria. Agora já são quatro treinadores demitidos no Gauchão. Ben Hur Pereira e Zaluar caíram no Passo fundo e no Cruzeiro respectivamente.

 – O artilheiro do Gauchão segue sendo Brenner do Juventude, mas aos poucos ele vai ganhando companhia. Na rodada desta quarta o goleador Jaconero passou em branco, mas Heliardo do Zequinha fez mais um e agora está apenas um gol atrás de Brenner ( 7 a 6).

– A sexta rodada ficou marcada pela vitória do interior contra a dupla Gre-Nal. Em Porto Alegre, o valente VEC superou todas as dificuldades, mais três apagões, para virar o jogo e acabar com a invencibilidade do técnico Argel pelo Inter jogando em casa. Em Rio Grande, o São paulo precisou virar duas vezes o placar para vencer o Grêmio no lotado Aldo Dapuzzo. Desde a primeira rodada do Gauchão de 2012 que a dupla Gre-Nal não perdia na mesma rodada pelo estadual.

– Mais uma vez a torcida do São Paulo foi o destaque da rodada. Depois de grandes públicos contra o Glória e  Nóia. A torcida super lotou o Aldo Dapuzzo e fez uma grade festa na partida contra o Grêmio. Em troca, o time demonstrou muita raça e vontade. Toda nação rubro-verde foi recompensada com um vitória histórica por 3 a 2. A próxima festa está marcada para o próximo sábado, às 21h, contra o Brasil-Pel no clássico da Zona Sul.

– Não foi só de festa que a rodada ficou marcada, também tivemos algumas torcidas descontentes. Em Vacaria, a torcida do Glória não está gostando das atuações do time e protestou após o empate em 1 a 1 contra o Cruzeiro. Já são cinco jogos sem vitória para o Leão da Serra. Em Pelotas, a torcida Xavante já comemorava a a primeira vitória, quando o Aimoré marcou dois gols em um minuto para empatar a partida em 3 a 3. Depois do apito final, cerca de 100 torcedores protestaram pelos resultados ruins da equipe no Gauchão. Em Novo Hamburgo muitas vaias para a péssima fase do Anilado, além de cinco jogos sem vencer, o Nóia não marca um gol desde a primeira rodada. Em Porto Alegre após a derrota de 2 a 1 para o VEC, a torcida colorada vaiou muito a equipe do técnico Argel.

– Na sexta rodada tivemos 20 gols em sete partidas, média de 2,85 por jogo. Acima da média do Gauchão que é de 2,54.

 

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário