20 MAR 2015 Segundona pra mais de metro Leandro Lopes
A união - e Alê Menezes - estão fazendo a força do grupo do Glória, cada vez mais líder. (Foto: Danilo Ciotta / ECG)

A união – e Alê Menezes – estão fazendo a força do grupo do Glória, cada vez mais líder. (Foto: Danilo Ciotta / ECG)

A Série A2 não dorme no ponto. Mesmo com alguns jogos atrasados e outros que bem que poderiam atrasar – ou até mesmo serem desmarcados – o campeonato teve prosseguimento neste meio de semana. Foram três jogos na quarta-feira (18) e mais quatro nesta quinta. Vamos aos resultados?

Tupi 2 x 0 Nova Prata

O rubro-negro de Crissiumal chegou à primeira vitória no certame estadual. E nada mais natural do que abrir o primeiro triunfo no campeonato gaúcho com um gol de Gauchinho. Ele aproveitou bobeira da zaga pratense para fazer 1 a 0 para o Tupi. O segundo gol do time da casa veio na etapa complementar e foi anotado por Araújo. Aquele mesmo. Não. Brincadeira. O Tupi pulou para a terceira colocação. O Nova Prata agora é o sexto.

Riograndense 1 x 1 Pelotas

A quarta-feira também foi dia de um ídolo homenagear seu ex-clube com uma grande atuação. Daquelas, memoráveis… e ingratas. Tiago Duarte recepcionou o Pelotas em Santa Maria com um gol logo aos três minutos de jogo. Ainda na primeira etapa o atacante mandou uma bola na trave e – aí sim, ajudando o Lobo – furou em bola dentro da pequena área. O Pelotas só acordou no segundo tempo. Aos dois minutos Paulo Roberto deixou tudo igual. Tiago Rodrigues, que entrou no intervalo, deu ritmo ao áureo-cerúleo, que jogou melhor, mas não conseguiu a virada. Nos minutos finais o goleiro Igor Rayan operou milagres e evitou a vitória do Riograndense nos Eucaliptos. O placar acabou mesmo no 1 a 1. O Lobo é o terceiro colocado, com um jogo a menos que o líder. O Periquito está na quinta posição.

Guarani-VA 1 x 1 São Gabriel

Em Venâncio Aires, terra do mate, o líder Guarani encarou o São Gabriel. Mas não teve aquela história de bom anfritrião passando chimarrão, não. O rubro-negro tratou de sentar a vara nos visitantes ainda no primeiro tempo. Léo Paulista – que é paulista só de nascimento, não de coração – fez 1 a 0 Guara. Mas o São Gabriel não viajou à toa. Não é barato andar de ônibus pelas rodovias, mesmo sem greve de caminhoneiros. Por isso o George tratou de deixar tudo igual aos 30 e tantos da etapa final. O placar de 1 a 1 manteve o Guarani na ponta. O Sanga segue invicto e é o melhor time da Terra dos Marechais na competição, ocupando a quarta colocação.

Brasil-FA 2 x 1 Panambi

Abrindo a rodada da quinta-feira o Brasil de Farroupilha recebeu o Panambi nas Castanheiras. E o rubro-verde conseguiu a primeira vitória. O time da casa abriu o placar com Jean Carlo. O Panambi chegou à igualdade no segundo tempo com Catatau. Mas sem o Zé Colmeia no elenco, ficou difícil de conseguir a virada. Aproveitando a falta do urso e os espaços da defesa alviverde, o Brasil chegou ao gol da vitória com Marques. As duas equipes dividem a terceira posição com o Tupi, com seis pontos.

Glória 2 x 1 Esportivo

Quem segue sem vencer é o Esportivo. No duelo dos leões, o Leão da Montanha foi ao Altos da Glória, em Vacaria, encarar o líder. E o time da Serra até saiu na frente, com gol de Kelvin. Só que no segundo tempo o artilheiro da terceira idade tomou conta do jogo. Com um gol no início e outro no final, Alê Menezes fez 2 a 1, manteve os 100% de aproveitameto do alviazul contra o outro alviazul e mandou o Tivo de volta pra casa na lanterna. O Leão da Vacaria segue na ponta, com quatro pontos de vantagem para o vice-líder.

Santo Ângelo 1 x 0 São Luiz

E o vice-líder saiu de um duelo santo. Quem cometeu a heresia da rodada foi Igor, aos 38 minutos da etapa inicial. Foi dele o gol da vitória do Santo Ângelo sobre o São Luiz. O time das Missões segue subindo na tabela e agora é o segundo. O alvirrubro de Ijuí vai mal e ocupa a vice-lanterna, apenas na frente do Esportivo, que ainda não acordou pra vida no certame.

Santa Cruz 2 x 2 Rio Grande

E por falar em “acordar pra vida”, o Vovô – que anda internado num asilo – acordou pra cuspir. Nos Plátanos, em Santa Cruz do Sul, o Rio Grande buscou o empate diante do Galo Carijó em um jogo marcado por um duelo pessoal. Vágner Garibaldi colocou o Santa Cruz na frente e Leo Jacques deixou tudo igual. Depois Vágner Garibaldi colocou o Santa Cruz na frente e Leo Jacques deixou tudo igual. Antes que Vágner Garibaldi colocasse o Santa Cruz na frente e Leo Jacques deixasse tudo igual, o jogo acabou no 2 a 2. As duas equipes são as piores do grupo B até o momento. O alvinegro foi a dois pontos e o tricolor chegou ao primeiro. E no fim das contas, no jogo dos desesperados, o desespero ficou por conta dos repórteres de campo, que ficaram mais uma vez aturdidos com a beleza da analista de desempenho do Santa Cruz. Salve o interior!

 

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário