07 AGO 2014 Passo Fundo permanece na elite Vinícius Conrad
Paulo Josué em sua apresentação no Passo Fundo agora sorri com os torcedores - Foto: Divulgação

Paulo Josué em sua apresentação no Passo Fundo agora sorri com os torcedores (Foto: Divulgação)

A população de Passo Fundo já estava em festa pelo aniversário da cidade, mas agora tem motivos de sobra para comemorar. Com belas atuações dentro de campo, foi uma verdadeira “injustiça” a queda do tricolor. Um erro administrativo decretava o descenso. Porém, mais um capítulo do futebol gaúcho foi escrito na tarde desta quinta-feira (7) quando o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) da Federação Gaúcha de Futebol “devolveu” os oito pontos que teriam sido perdidos pela suposta escalação irregular do meia Paulo Josué durante o Gauchão 2014. A decisão determina, então, a queda Esportivo juntamente com São Luiz e Pelotas para a Segundona de 2015.

O Esportivo tinha voltado para elite no dia 17 de julho, quando fez um gol com um recurso judicial que recuperou seis dos nove pontos perdidos no caso de racismo contra o ex-árbitro Márcio Chagas. Após muita repercussão sobre o caso, o fato pareceu ter ficado bom para os dois lados. Um virou comentarista e outro permaneceu na elite.

Mas fomos surpreendidos nesta tarde, quando o TJD deu parecer favorável ao recurso por quatro votos a dois, alegando que houve “falha processual no pagamento do processo”. Com a pontuação de volta, o Passo Fundo se livrou do rebaixamento. Não cabe mais recurso de ninguém na esfera esportiva, só na Justiça Comum, o que o Esportivo não deve fazer. Sendo assim, o Gauchão de 2015 vai contar com o Galo Serrano.

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário