11 ABR 2014 AZEDOU pro Esportivo. #Rebaixado Vinícius Conrad
O racismo envolvendo o árbitro Márcio Chagas resultou no rebaixamento do Esportivo - Foto: Félix Zucco / Agência RBS

Racismo envolvendo o árbitro Márcio Chagas resultou no rebaixamento do Esportivo – Foto: Félix Zucco / Agência RBS

Márcio Chagas não esperava essa decisão. No primeiro julgamento não deu em “nada”. Seria mais um caso de racismo no futebol que teria uma punição branda. Na época, a repercussão do caso ganhou proporções que ocasionaram o encontro do árbitro com a presidenta Dilma Rousseff, em Brasília, ao lado do volante Tinga, do Cruzeiro, outro alvo de racismo, mas na Libertadores. Porém, o juizão que vai apitar a decisão da competição percorreu o Rio Grande do Sul participando de entrevistas e audiências públicas agora comemora afirmando que a decisão do TJD de tirar nove pontos do Esportivo deve servir de exemplo para gerar um basta nas injustiças que acontece com o povo negro.

Mais uma vez torcedores – se é que podem ser chamados assim – prejudicam o desempenho dentro de campo. O time de Bento Gonçalves está rebaixado para Segunda Divisão do futebol gaúcho. Por cinco votos a três, os auditores da corte puniram o time da Serra. Além disso, o clube perdeu seis mandos de campo e levou multa de R$ 30 mil. A decisão tomada nesta quinta-feira cabe recurso ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva e recoloca o Passo Fundo na elite do futebol gaúcho.

O advogado do Esportivo chegou questionar a veracidade das provas e Márcio Chagas não gostou nada. Se retirou da sala lamentando as declarações. Um trabalhador que saiu de sua casa, deixou a sua família e naquele 5 de março só queria exercer a sua função. Agora, lamenta o presidente do Esportivo alegando injustiça, os verdadeiros torcedores do Esportivo devem estar querendo a cabeça dos envolvidos. E cá pra nós, numa cidade do tamanho de Bento Gonçalves devem existir. Na época, o clube chegou alegar que identificou algumas pessoas. Porém, há informações que não teve registros. E agora, José?

Na ocasião, o árbitro foi alvo de ofensas e torcedores chegaram a colocar bananas sobre o carro dele e no cano de descarga. O veículo levou meia dúzia de pontapés. Lamentável. O episódio e pessoas como essas frequentarem um estádio de futebol prejudicando um esporte tão apaixonante.

Gostou? Então compartilha, tchê!
Deixa teu comentário